12/03/2018 09h42 - Atualizado em 08/10/2018 13h47

Serviços do Notaer disponíveis 24h por dia com novo hangar em Vitória.

A nova base do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (NOTaer), que será construída no Aeroporto de Vitória, vai permitir com que os helicópteros usados pela Polícia no Espírito Santo operem 24h e também em condições ruins de tempo. O valor para erguer e colocar em funcionamento da nova estrutura ainda não foi dimensionado. Atualmente, os cinco helicópteros do NOTaer atuam em horário limitado por falta de um sistema operacional adequado na base localizada no Quartel da Polícia Militar, em Maruípe.

Para ter dimensão da abrangência do atendimento, além das operações policiais, as aeronaves são usadas em transporte de órgãos humanos para transplante, resgates aquáticos e em locais de difícil acesso, remoção aeromédica em caso de acidentes e emergências médicas,  combate a incêndios e fiscalização ambiental e de trânsito.

Com o hangar, previsto para começar as operações em janeiro de 2019, o Núcleo Aéreo vai poder contar com os equipamentos do novo Aeroporto de Vitória, deixando o pouso e a decolagem mais seguros, como explica o secretário-chefe da Casa Militar e responsável pelo NOTaer, coronel Daltro Ferrari.

"É uma área que permite a gente pousar e decolar em condições de tempo ruins. Vamos ter mais segurança para decolagem e para pouso. (Hoje) não decola nessa situação aqui. No aeroporto, a gente vai ter poder de decolar em condições intempéries", afirma.

O novo espaço no Aeroporto terá uma área de 8 mil metros quadrados - dez vezes maior que o hangar em Maruípe. A nova base vai concentrar, além das aeronaves, toda parte administrativa e de manutenção do NOTaer, o que vai gerar uma economia de R$ 2 milhões a 3 R$ milhões por ano.

"Ganhamos em operacionalidade, ganhamos em economia. Em vez de eu ter que mandar uma aeronave para fora fazer manutenção, nossos próprios mecânicos podem fazer determinados tipos de manutenção", acrescenta o Coronel.

A nova base foi viabilizada por meio de uma parceria com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária). A sede será totalmente integrada ao CIODES (Centro Integrado Operacional de Defesa Social), onde já se concentra a coordenação operacional das Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), Guarda Municipal e Polícia Rodoviária Federal. Já o novo aeroporto de Vitória tem previsão de começar a funcionar a partir do dia 29 deste mês.

Fonte:

CBN - Vitória

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard